FILTRAR:


Fonte: Vivian Peuckert Buttelli | Postado em: | Categoria:

Marcas e logotipos na pandemia

No cenário que vivenciamos atualmente, marcado pela preocupação com a pandemia, as empresas têm procurado formas de adaptar-se a um "novo" modelo de vida.

Algumas delas estão optando por repassar uma mensagem de forma inovadora, ao alterar o seu logotipo, ainda que temporariamente, no sentido de chamar a atenção para os cuidados em relação à Covid-19, especialmente o distanciamento social.

Tais campanhas têm a finalidade de advertir os consumidores a respeito das práticas de prevenção contra a doença, diante dos mais de 46 milhões de casos confirmados no mundo, 5 milhões apenas no Brasil.

A ação que essas empresas tomou foi afastar elementos que antes estavam próximos em seus logotipos. Com isso, a identidade visual da marca, primeiro contato com o consumidor, passou a ter também o objetivo de divulgar as orientações recomendadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Apesar de ser uma tendência temporária, ao adaptar o logotipo à situação, tais empresas reconhecem a importância dos cuidados necessários no combate ao vírus, transmitindo ao público seus valores fundamentais como a preocupação com a saúde de seus empregados e consumidores.

O Mercado Livre, por exemplo, decidiu alterar seu logo para chamar a atenção para os cumprimentos de mão, prática dissuadida no atual momento, optando por uma imagem que sugere outro modo de saudação.

Já a Audi, mundialmente conhecida por suas argolas entrelaçadas, alterou seu logo para argolas distanciadas, sugerindo distância segura entre elas.

Nessa mesma linha, Mc Donald’s, Volkswagen e Mastercard também criaram um afastamento entre os elementos de suas marcas.

De forma visual e inteligente, os logotipos são uma forma de universalizar a mensagem da marca, comunicando-se visualmente com os consumidores. São símbolos que constroem um significado utilizando-se de poucos traços, com os quais conseguem promover a organização e seus valores.

Assim, tendo em conta a importância que o logotipo adquire na comunicação, torna-se cada vez mais relevante a sua proteção como um verdadeiro patrimônio da empresa. Fica claro, portanto, a necessidade do registro destes elementos junto ao INPI, garantindo a sua devida proteção legal.

Vivian Peuckert Buttelli é advogada da Cesar Peres Advocacia Empresarial

© Cesar Peres Dulac Müller Advocacia Empresarial Ltda.


RS | SP
Telefone: 0800 150 5444
contato@cesarperes.com.br


Membro da:

Logo TMA Brasil

© Cesar Peres Dulac Müller Advocacia Empresarial Ltda.
Telefone: 0800 150 5444

Este site utiliza cookies para garantir uma boa experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossa política de privacidade.